03

mar

2020
quem pode fazer depilação a laser

Saiba quem pode fazer depilação a laser

Chamada popularmente de depilação definitiva, a depilação a laser é uma técnica que está se tornando cada vez mais procurada e praticada por quem deseja se livrar dos pelos. Em função disso, as perguntas que não querem calar são: quem pode fazer depilação a laser? Existem contraindicações? Dói? Para saber as respostas para essas e para outras perguntas, criamos este artigo que merece a sua leitura. Vem conferir tudo!

Depilação a laser ou depilação definitiva?

O nome correto para essa técnica é, sem dúvidas, depilação a laser. Isso porque, vamos ser sinceros, a tecnologia não elimina para sempre os pelos do corpo. Afinal, fatores hormonais podem desencadear um novo crescimento dos pelos na região tratada pelo laser. No entanto, é possível ter uma redução de 95% dos pelos em tratamentos de 10 sessões. 

As sessões de manutenção costumam ser anuais e são necessárias para eliminar resquícios de folículos imaturos, que vão se desenvolver após o tratamento, pois o laser não os alcança.

Quem pode fazer depilação a laser?

Qualquer pessoa que se sinta incomodada com os pelos do corpo ou que tenha alguma contraindicação a técnicas de depilação estão aptas a lançar mão da depilação a laser.

Tempos atrás, o tratamento de depilação a laser era restrito a algumas tonalidades de pele. Pessoas com a pele negra ou com pelos finos, como os ruivos, não recebiam indicação para realizá-la. Hoje, a tecnologia desenvolvida já permite que a depilação a laser seja acessível a todos.

A técnica tem ajudado na autoestima de muitas pessoas que não se sentiam à vontade com o excesso de pelos, incluindo pré-adolescentes, que sofrem de hipertricose congênita (um distúrbio que provoca um crescimento maior de pelos no corpo por razões genéticas).

Concluindo: quem pode fazer depilação a laser? Todo mundo!

Existem contraindicações?

Embora a depilação a laser seja para todos, é importante estar ciente que existem algumas contraindicações pontuais, como:

  • Diabéticos que não estejam com a glicose controlada;
  • Hipertensos que não estejam com a pressão controlada;
  • Grávidas;
  • Pessoas que fizeram uso de remédios fotossensibilizantes nos últimos seis meses;
  • Pessoas com alguma doença de pele ativa;
  • Pessoas com Vitiligo;
  • Feridas abertas na região onde receberá a depilação a laser.

Para quem pode fazer depilação a laser, Evangelina Gomes, Coordenadora de Educação Corporativa e responsável técnica da Depyl Action, reforça a importância de alguns preparativos no dia da sessão de laser: “A pessoa deve estar com a pele limpa, não pode passar cremes, hidratantes e produtos a base de ácido. Além disso, será preciso passar a lâmina um dia antes da sessão, de modo que todos os pelos fiquem rente à pele”.

Depilação a laser dói? Cria queimaduras?

Quem faz depilação a laser não está livre das dores. No entanto, elas costumam ser bem menores em comparação às que são enfrentadas por quem está acostumado com a depilação à base de cera morna, por exemplo. 

Especialmente por causa da tecnologia com sistema de resfriamento inteligente, que protege a área a ser depilada mantendo o calor do feixe de luz que remove o pelo. A tecnologia é tão eficaz que facilita a precisão da aplicação e reduz a duração da sessão.

Mas, e a pomada anestésica? Infelizmente ela precisa ser evitada por quem deseja fazer depilação a laser. Isso porque antes da sessão, a parte que recebe a depilação é limpa com álcool, removendo qualquer vestígio de oleosidade ou cremes.

Além disso, a ausência da anestesia é fundamental para que o paciente possa apontar se existe alguma dor intensa, ou um princípio de queimadura leve.

Como funciona a depilação a laser?

Quem faz depilação a laser pode se perguntar: como funciona a tecnologia na prática?

O tratamento é uma metodologia criada para a remoção dos pelos de forma definitiva e eficaz. Quando o laser é disparado, ele penetra nas camadas da pele, absorvendo os fótons de energia pela melanina, superaquecendo a raiz do pelo, fazendo com que ele fique fraco e não volte a crescer. Um processo que será repetido ao longo de cada uma das 10 sessões.

Cuidados pós depilação a laser

Depois de se submeter a depilação a laser, a pessoa não deve ficar exposta ao sol, além de ser recomendado o uso de protetor solar com um FPS minimo de 30. Outros produtos, como loções hidratantes e cremes, só devem ser utilizados no dia após o procedimento.

“No dia da sessão a pessoa deve usar roupas confortáveis, evitar atividades físicas para que o suor não irrite a pele e nem produtos como cremes ou à base de álcool. O ideal é que a hidratação da pele comece apenas no dia seguinte e não no mesmo dia”, pontua Evangelina. 

Por ser uma técnica que afeta, de maneira diferente, cada pessoa, a depilação a laser pode provocar reações raras, que precisam de atenção. São elas:

  • Hiperpigmentação;
  • Hipopigmentação;
  • Vermelhidão;
  • Coceira.

Nesses casos, o dermatologista consultado poderá indicar corticoides, antialérgicos e/ou hidratantes.

Agora que você sabe quem pode fazer depilação a laser e quais cuidados ter antes e após a depilação, procure pessoas e locais especializados para te oferecer o suporte certo no tratamento.

Você também pode gostar de:
Mais que depilação, temos diversas soluções para o cuidado do pelo. Serviços diferenciados, em um mesmo lugar, para atender todas as necessidades dos nossos clientes.
"Nossa missão é transformar vidas promovendo o bem-estar e autoestima das pessoas, respeitando a individualidade e a liberdade de ser o que quiser.

Somos referência nacional em depilação e pioneiros no segmento. Com mais de 20 anos de mercado, uma técnica exclusiva e atendimento diferenciado, carregamos a mesma essência em todas as mais de 100 lojas no Brasil e Venezuela. Nossa única preocupação na Depyl Action é proporcionar aos nossos clientes a melhor experiência em cuidados com o pelo.

Este é o nosso compromisso com você."


Danyelle Van Straten,
Diretora da Depyl Action