22

jan

2019
depilacao-e-melasma

Depilação e Melasma: qual o método mais indicado para quem sofre com este problema?

As manchas na pele são comuns e várias podem ser as causas. Por exemplo, exposição ao sol de maneira excessiva e sem proteção, o uso de determinados anticoncepcionais, entre outros. Um tipo de mancha bastante conhecida é o melasma. Ela costuma aparecer em mulheres entre 20 e 50 anos e pode ficar mais escura durante a gestação sem os devidos cuidados.

Mulheres que têm o problema costumam ter uma dúvida: depilação e melasma podem andar juntas? Muita gente acredita que a depilação deixa a pele mais escura com o passar do tempo e, por causa disso, pode piorar as manchas. Será?

Para descobrir a verdadeira resposta a essa pergunta, vamos entender um pouco mais sobre o melasma.

O que é melasma?

Melasma é um tipo de mancha que aparece no rosto e tem como causa principal a exposição ao sol sem proteção. Há um aumento de melanina (substância que promove a pigmentação da pele) e, por isso, a mancha fica mais escura. Os vasos, que ficam logo abaixo da região, também podem ficar maiores, outro fator que escurece o local.

Você, que convive com esse problema, deve ter várias outras dúvidas, não é? Vamos esclarecê-las agora?

Existe um mito que diz que quem tem melasma não pode tomar sol. Na verdade, ninguém pode viver sem se expor ao sol, não é mesmo? O nosso corpo precisa fabricar vitamina D para realizar as funções. Então, quem tem melasma pode sim tomar sol, porém, com alguns cuidados.

Usar proteção física como chapéus e bonés é essencial. Não se esqueça da proteção química, que são os bloqueadores solares, melhor ainda se tiver cor.

Quem tem pele negra, pode sofrer um pouco mais com as manchas, já que esse tipo de pele contém uma maior concentração de melanina. Além disso, é uma pele um pouco mais difícil de tratar em alguns casos.

Depilação pode causar o melasma?

Causar não, mas pode agravar o melasma. O processo de depilação com cera morna, pode estimular o melanócito — célula responsável pela produção de melanina — e assim, escurecer a mancha. Isso costuma acontecer principalmente se houver algum tipo de irritação na pele.

O método de luz pulsada, apesar de ser conhecido por clarear a pele, não é indicado para áreas que tenham melasma, pois pode piorar a situação nessas regiões. 

É preciso atenção e cuidado também para a depilação a laser. Assim como a luz pulsada, esse tipo de depilação pode aumentar a pigmentação da pele se utilizado de forma errada.

Como a depilação a laser pode agravar o melasma?

Quando o assunto é a remoção dos pelos, a depilação a laser é uma das mais requisitadas pelas pessoas. Ela é bastante eficaz e não é um procedimento invasivo.

O grande problema do laser é que ele provoca o aquecimento de partes que possuem melanina. Assim, quanto mais melanina, maior o estímulo e mais escuro o local fica. É claro que não é porque uma pessoa faz depilação a laser, o melasma vai piorar, mas as chances são grandes e, portanto, não é um método de depilação recomendado nesses casos.

E a luz pulsada, pode?

Esse é outro método bastante requisitado. Em vez de usar o laser, esse método utiliza uma frequência específica de luz, que incide na região de remoção dos pelos em intervalos específicos e programados pelo profissional.

Aqui temos o mesmo problema do laser: a luz é mais absorvida pelas partes com mais melanina. É por isso que esse método é tão eficiente na remoção dos pelos. Porém, para quem tem melasma, é uma forma de depilação não indicada.

O mesmo que vale para o laser, vale para essa opção. Não quer dizer que necessariamente irá agravar o problema, mas existem grandes chances.

A depilação com cera é a melhor opção?

De todas as opções, a depilação com cera é a menos agressiva, mais especificamente, cera quente. Como o calor ajuda a dilatar os poros, fazendo os pelos saírem com maior facilidade, isso reduz a agressividade do procedimento, tornando esse método uma excelente opção.

Apesar do nome “cera quente”, a substância é aplicada em uma temperatura confortável e, ao contrário dos métodos citados acima, esse calor não é absorvido por áreas com mais melanina.

É muito importante saber quais são os produtos utilizados na cera. Dê sempre preferência aos profissionais e empresas que trabalham com produtos naturais. Alguns tipos de ceras são feitas a base de mel e própolis.

O mel é um excelente hidratante e, por ser rico em antioxidantes, reduz o envelhecimento da pele. Já o própolis age como anti-inflamatório e, por isso, consegue minimizar as lesões após a depilação, um dos grandes causadores do escurecimento do melasma.

Depilação e melasma podem andar juntos?

Com dissemos neste conteúdo, existem diversas formas de depilação e você precisa escolher aquela que é mais compatível com as suas necessidades. No caso de quem tem melasma, a depilação com cera morna pode ser a melhor opção.

É importante lembrar a necessidade de sempre verificar se o procedimento é feito por profissionais capacitados e com cera que contenha ingredientes que protejam a saúde da pele. Produtos compostos por ácidos, por exemplo, trazem problemas ao melasma após a depilação.

Além disso, é bom seguir as recomendações dadas pelos profissionais para evitar inflamações e irritações após a depilação.

Existem alguns cuidados a serem seguidos para evitar o escurecimento da pele depois do procedimento, como por exemplo, evitar se expor ao sol indo à praia ou à piscina. Deixar a parte depilada diretamente exposta aos raios solares pode sim escurecer ainda mais as manchas do melasma. E lembre-se de manter a pele sempre bem hidratada.

Quer receber mais dicas como essas? Então, assine a nossa newsletter e receba as melhores informações em primeira mão!

 

Você também pode gostar de:
Mais que depilação, temos diversas soluções para o cuidado do pelo. Serviços diferenciados, em um mesmo lugar, para atender todas as necessidades dos nossos clientes.
"Nossa missão é transformar vidas promovendo o bem-estar e autoestima das pessoas, respeitando a individualidade e a liberdade de ser o que quiser.

Somos referência nacional em depilação e pioneiros no segmento. Com mais de 20 anos de mercado, uma técnica exclusiva e atendimento diferenciado, carregamos a mesma essência em todas as mais de 100 lojas no Brasil e Venezuela. Nossa única preocupação na Depyl Action é proporcionar aos nossos clientes a melhor experiência em cuidados com o pelo.

Este é o nosso compromisso com você."


Danyelle Van Straten,
Diretora da Depyl Action