História da depilação: curiosidades que você precisa saber
POSTADO EM História da Depilação

O ser humano sempre viveu um dilema em relação à aparência, isso porque a sociedade, a mídia e a moda ditam padrões de beleza e até ousam dizer como as regiões do corpo devem ser depiladas. Querendo ou não, no fundo isso mexe com a nossa autoestima, não é mesmo?

A Depyl Action acredita que o cuidado com o próprio corpo faz bem, mas cada pessoa sabe o que é melhor para si. A depilação é uma expressão de liberdade, e você pode escolher ficar livre dos pelos para sempre, se depilar frequentemente ou não.

Não permita que o ambiente externo afete sua autoestima. A felicidade é o reflexo da autoestima e do mundo interior que existe em você. É o que há de mais precioso. Para você entender melhor como as questões culturais afetam nosso comportamento, conheça a história da depilação.

História da depilação: do Antigo Egito aos tempos atuais

Na idade média, os costumes eram bem diferentes, e tomar banho, por exemplo, era tido como algo imoral. A depilação era completamente condenada, e quem tirasse os pelos poderia ser acusado de heresia, uma vez que “tamanha vaidade” era tida como um grande pecado.

Sabe onde começou esse hábito de retirar os pelos? No Egito Antigo, onde homens e mulheres removiam seus pelos com tiras de tecido ou peles de animais com cera quente de abelha.

A divisão de gênero com relação à depilação começou na Grécia Antiga, quando apenas mulheres aderiam ao costume, o que você pode notar em obras de arte da época. Após esse período, a depilação se propagou principalmente na Europa, sendo associada à beleza e à higiene.

Isso até o movimento hippie dos anos 60 e 70, que defendia uma aparência mais natural. O boom da depilação veio nos anos 90, quando a moda feminina era mostrar o corpo com roupas curtas, justas e extravagantes.

Atualmente, mais do que nunca, as mulheres estão questionando os padrões da sociedade. Umas não ficam sem se depilar, enquanto outras já preferem deixar seus pelos livres!

Outra coisa que as mulheres não estão aceitando mais é o padrão da depilação íntima. Cada uma escolhe o formato que lhe dá mais conforto e a faz se sentir melhor. O preconceito e o machismo relacionados à depilação estão sendo cada vez mais calados pela ação empoderada dessas mulheres.

Aí está o encontro da real beleza feminina: ser você mesma e respeitar a escolha de cada pessoa.

A história da depilação é só mais um exemplo de como somos influenciados pelos tabus da sociedade. Falando nisso, que tal falarmos sobre depilação masculina? Confira aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...