Como escolher uma franquia para abrir
POSTADO EM Franquias

Você sempre sonhou em ser dono do próprio negócio e só estava esperando o melhor momento para investir em uma franquia?

Esse mercado é realmente promissor e traz vantagens atrativas para os empresários, como não ter que começar o negócio do zero, receber suporte do franqueador e empreender com uma marca mais consolidada.

Não é por acaso que o mercado de franquias fechou o ano de 2016 com alta de 8% no faturamento. Dados mostram que o setor faturou cerca de R$ 150 bilhões.

Cada vez mais pessoas estão buscando nessa oportunidade uma maneira de gerir uma empresa com maior probabilidade de sucesso. E não só isso! A maior liberdade profissional, ser seu próprio chefe e não contar com um salário limitado no fim do mês são fortes motivos para abrir uma franquia.

Mas ser dono do próprio negócio não é a solução de todos os problemas. Você precisa escolher bem a área de atuação, pensar com calma e se planejar. Para isso, é necessário entender o seu perfil empreendedor e suas expectativas em relação ao investimento.

Por isso, preparamos este guia imperdível de como escolher uma franquia para abrir. Quer mudar sua vida profissional? Vem com a gente!

#1 Defina o que você gosta de fazer

Passamos mais tempo trabalhando do que em casa, não é mesmo? E uma das maiores frustrações pessoais é a insatisfação com o trabalho, já que ele faz parte do maior tempo das nossas vidas. Então, nunca defina sua franquia pelo que está “na moda” ou o que você acredita que “dá mais dinheiro”.

A afinidade com o negócio é essencial para o bom desempenho do franqueado. Reflita sobre suas habilidades marcantes, seus hábitos e os setores que você mais gosta. Você precisa “vestir a camisa” do negócio e realmente acreditar no produto ou serviço para transparecer o prazer de consumir a marca à sua equipe e seus clientes.

Pense nos produtos ou serviços que você aprecia e nas marcas que você consome, mas lembre-se: nem sempre a marca que você ama possui o modelo de negócio da sua preferência. Por exemplo: uma pessoa pode amar pizza, mas isso não quer dizer que ela se identifique com a operação e o sistema da franquia.

#2 Avalie o valor disponível para investimento

Agora que você já elencou algumas possibilidades de franquia pelo critério de  identificação, o próximo passo é considerar o dinheiro disponível para investimento inicial, capital de giro e uma reserva para cobrir imprevistos.

Portanto, se você tem R$ 250 mil reais disponíveis, não deve abrir uma franquia cujo investimento inicial é esse. A primeira fase do negócio requer demasiado esforço financeiro, portanto, também administre suas contas pessoais para que esse novo desafio não impacte sua vida além do previsto.

#3 Pesquise o máximo que puder

É chegado o momento definitivo! Agora você vai precisar de tempo, paciência e muita dedicação. Nada de agir por impulso, pois uma escolha mal feita pode ter sérias consequências. Vamos lá. É hora de pesquisar!

Selecione três empresas de sua preferência conforme orientações do item #1, e se organize. Coloque em prática essas dicas de ouro para cada franquia selecionada:

  • Fale direto com o franqueador ou tenha muita cautela quando conversar com o vendedor. Entenda todos os direitos, deveres e observe se as promessas ditas realmente serão previstas no contrato;
  • Visite uma unidade da franquia para conhecer de perto o modelo de negócio;
  • Converse com atuais e ex franqueados da marca;
  • Pesquise na internet informações sobre a empresa;
  • Solicite a COF (Circular de Oferta de Franquia), documento com todos os detalhes essenciais do modelo de negócio;
  • Procure ajuda caso não se dê muito bem com os números.

Finalmente, faça uma planilha comparando as marcas. Nesse momento, você já vai ter dentro de você a resposta sobre a melhor escolha. Agora que você já sabe como escolher uma franquia para abrir, saiba o que você precisa para garantir o sucesso!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...