Longe da crise: mercado das franquias continua crescendo
POSTADO EM Franquias

Longe da crise: mercado das franquias continua crescendo

O segmento de franchising vem se destacando desde meados do século passado ao redor do mundo. No Brasil esse tipo de investimento começou a chamar a atenção após a década de 60, com a abertura de novos mercados. Mas só no ano de 1994 foi que o Governo Federal sancionou uma lei que regulamenta o setor de franquias.

Por suas origens mais independentes, esse mercado atrai os jovens e os empresários mais experientes que buscam estabilidade e segurança em seus investimentos, uma das principais características das franquias, que em meio a crise, se mantém estáveis.

Isso é o que acontece nos dias atuais, em meio às recessões econômicas, esse mercado vem crescendo na contramão de outros tipos de investimentos. No Brasil, onde a economia segue com dificuldades de se estabilizar, a Associação Brasileira de Franchising continua registrando aumento nos faturamentos anuais no setor. No ano de 2014, foi contabilizado um lucro de R$128,876 bi, em 2015, de R$139,593 bi e em 2016, de R$150 bi, um crescimento de mais de 8% em relação ao ano anterior.

No primeiro trimestre de 2017, o setor faturou cerca de 9,4% a mais que no mesmo período do último ano. Só o ramo da saúde, beleza e bem-estar cresceu 17%, ficando atrás apenas da hotelaria e turismo, que registou 31% de crescimento. E a expectativa é de que, para o final deste ano, os números sejam mais positivos ainda, segundo previsões da ABF, o mercado das franquias deve fechar com aumento de 9%, em relação à 2016, que gerou lucro 8% maior que 2015.Junto com o aumento do faturamento, cresce também o número de lojas franqueadas, no primeiro trimestre foi registrado 1,3% na ampliação de negócios, e o que diminuiu foi o número de fechamento de lojas, cerca 0,3% a menos do que no último ano.

Mas o que está atrelado a esse crescimento em um ambiente marcado pela recessão? Segundo especialistas existem alguns pontos que podem ser destacados para esse fenômeno, conheça os que a Depyl Action entendeu como relevantes:

– O primeiro fator influenciador é a segurança. Nesse tipo de investimento existe uma espécie de suporte para franqueados que possuem know-how, isso possibilita ao proprietário a opção de inovar e seguir tendências, de acordo com seus conhecimentos, gerando maior segurança.

– A taxa de desemprego também influencia muito no crescimento das franquias. Com a crise econômica, várias empresas tiveram que se reestruturar, o que culminou na demissão de diversas pessoas, que nessa situação, viram a oportunidade de investir no próprio negócio franqueado, aquecendo o mercado.

– Investimento com segurança é mais um dos aspectos positivos para o setor. E a possibilidade de retorno com menor risco atrai investidores novos e também aqueles com mais experiência.

– A disposição para empreender no Brasil vem se destacando. Segundo pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor, a taxa de pessoas que buscam seu próprio negócio atingiu cerca 40%, a maior já registrada.

Se interessou pelo marcado das franquias? Selecionamos algumas dicas fundamentais para você ingressar nesse ramo:

– Antes de mais nada, tenha coragem e iniciativa para começar. O melhor momento é esse. Se organize, estude o mercado, e dê o pontapé inicial para esse negócio.

– Além de pensar no lucro, pense também em um mercado que você goste. Priorize a imagem e ganhe clientes com a máxima qualidade nos serviços prestados. O aumento de sua receita será consequência disso.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...